,

Tradução de Músicas da Disney

Quem já assistiu aos desenhos da Disney sabe que todos eles envolvem músicas. Porém, há muito trabalho por trás disso. As canções originais são dos Estados Unidos, portanto, os outros países têm a função de traduzir as letras. Mas não é tão simples quanto parece, pois a tradução não pode ser ao pé da letra e, muitas vezes, deve ser muito bem adaptada para continuar com a mesma melodia da canção original sem perder o sentido. Além disso, há também a questão da música ser compatível com o movimento da boca do personagem quando o dublador for cantar, isto é, o tradutor deve ter o cuidado de não aumentar muito o texto ao adaptar para o português ou para qualquer outro idioma.
Para exemplificar, separei trechos de músicas de diferentes animações, contendo traduções muito diferentes da versão original e outras com uma tradução mais parecida.
No desenho Hércules, lançado em 1997, há a música I won’t say (I’m in love), traduzida como Não direi (que é paixão).
Inglês:
“If there’s a prize for rotten judgment
I guess I’ve already won that
No man is worth the aggravation
That’s ancient history, been there, done that!”
Tradução em português:
“Se há um prêmio por julgar mal
Já sei que vou ser eleita
Amar não vale o sofrer, não
o verbo amar a razão rejeita!”

Vamos supor que a letra original fosse traduzida literalmente. Ficaria mais ou menos assim:
“Se há um prêmio para mau julgamento
Eu acho que já o ganhei
Nenhum homem vale a irritação
É passado, já passei por isso”

É possível perceber que, além de o texto em português não ficar muito fluente, ele não se encaixaria na melodia original e também não haveria rimas. Por isso a importância de o tradutor saber criar uma versão em que nem a melodia nem o sentido da música se percam (até porque tudo deve estar de acordo com o contexto do desenho). Na tradução feita, o tradutor escolheu termos similares e adaptou a ordem das palavras para que houvesse a rima (disponível em https://www.youtube.com/watch?v=LsiMbbmuOag).

 

Vamos ver outro exemplo, dessa vez com a música da animação Aladdin chamada originalmente de A whole new world e traduzida para o português como Um mundo ideal. No desenho, ela é cantada por Aladdin e pela princesa Jasmin.
Inglês:

“I can show you the world
Shining, shimmering, splendid
Tell me, princess, now when did
You last let your heart decide?”
Tradução em português:
“Olha, eu vou lhe mostrar
Como é belo este mundo
Já que nunca deixaram
o seu coração mandar”

Nesse trecho ocorre o mesmo: não foi possível traduzir ao pé da letra, pois fugiria da melodia, mas mesmo assim a tradução não perdeu o sentido original da música.
Segue outro pedaço da mesma música:
Inglês:

“A whole new world
A dazzling place I never knew
But when I’m way up here
It’s crystal clear
That now I’m in a whole new world with you”
Tradução em português:
“Um mundo ideal
Um mundo que eu nunca vi
E agora eu posso ver
E lhe dizer
Que estou num mundo novo com você”

Podemos notar que aqui foi possível fazer uma tradução um pouco mais literal, principalmente no último verso, mantendo o sentido e a melodia da música (disponível em https://www.youtube.com/watch?v=nNuSuiFb-OY).
Uma curiosidade sobre a Disney: ela escolhe as vozes mais parecidas com a da versão original para os países ao redor do mundo, assim, não se nota muita diferença e quando a pessoa ouve, consegue perceber que é uma música da Disney. Um bom exemplo disso é a música Let it go, conhecida mundialmente, do filme Frozen. No vídeo disponível em https://www.youtube.com/watch?v=zC6rf76RN2c, há a versão de 42 países diferentes e, ao assisti-lo, é possível perceber que as vozes são bem parecidas (algumas até parecem ser a mesma pessoa cantando em idiomas diferentes!).

Fontes:

https://www.vagalume.com.br/

http://pt-br.disneyprincesas.wikia.com/wiki/H%C3%A9rcules_(filme)

Texto escrito por: Aline Bellozo

,

Dia 30 de setembro é o dia mundial do tradutor!

E você sabe o motivo da escolha deste dia? Nós da Spell vamos te contar.
Foi no dia 30 de setembro que São Jerônimo, um dos tradutores mais conhecidos mundialmente e hoje considerado o santo padroeiro dos tradutores, faleceu. Ele ficou conhecido por traduzir a Bíblia do grego antigo e do hebraico para o latim, permitindo o contato de muitas pessoas com o livro sagrado, fato o qual temos influência até hoje encontrando a Bíblia em diversas línguas.
O dia mundial do tradutor foi instituído apenas em 1991, pela Federação Internacional dos Tradutores (FIT), cuja data tem o intuito de celebrar e incentivar a profissão e a formação de mais profissionais nesta área que se encontra em constante crescimento.

Muitos acreditam que a função do tradutor não é tão importante devido ao mundo tecnológico que nos encontramos. A ideia de que as máquinas fazem tudo hoje em dia inclui a possibilidade de poder traduzir, e desta forma, substituir o trabalho do tradutor. Mas este é um assunto para um próximo post!
Você sabe o que faz um tradutor?
O tradutor faz a versão escrita de livros, documentos e textos em geral de uma língua para outra. Ele pode também ser intérprete que traduz oralmente palestras, discursos, reuniões e videoconferências. Além de interpretar e traduzir, o tradutor pode também fazer a legendagem de filmes, vídeos, séries e programas de TV internacionais. Outra função bastante presente no mundo da tradução é a tradução juramentada na qual o tradutor trabalha com documentos oficiais, como procurações, certidões e contratos. Porém, essa função é permitida apenas por tradutores aprovados em concurso público.
Quais as principais competências que um tradutor precisa ter?
O tradutor deve dominar ambas as línguas a serem trabalhadas, principalmente a materna. Além disso, ele deve conhecer a gramática, as gírias e as expressões dos países em questão e ter muita responsabilidade e organização. Outra competência importante para esta área é saber trabalhar sob pressão, pois, na maioria das vezes, o tradutor terá que lidar e gerenciar prazos bastante apertados. Um diferencial do tradutor seria conhecer os costumes, as tradições e a cultura dos povos estrangeiros além de ser apaixonado por leitura e ser uma pessoa curiosa! A pesquisa será sua maior aliada no dia a dia de trabalho! Quanto mais bagagem e informação o tradutor tiver, melhor é o resultado final de seu trabalho.
Onde encontrar cursos para se tornar um tradutor?
O curso pode ser encontrado em faculdades de letras. Entre as faculdades conhecidas por oferecerem os cursos de tradução, as mais conhecidas do estado de São Paulo são PUC – São Paulo, UNIMEP de Piracicaba, PUC- Campinas, UNESP de São José do Rio Preto, Universidade Metodista de São Bernardo do Campo, UNINOVE, UNASP – Engenheiro Coelho, USC Bauru e também a ALUMNI.

Separamos um teste vocacional para você saber se teria perfil para ser um tradutor:

http://guiadoestudante.abril.com.br/testes-vocacional/sera-letras-curso-certo-voce-740630.shtml

A tradução não é apenas a transformação de uma língua para a outra, é a pesquisa, a dedicação, o conhecimento de outras culturas e assuntos, entre outros.
O nosso desejo hoje é que a nossa profissão se torne cada dia mais conhecida, admirada e valorizada. Somos uma forma de comunicação e estamos em constante evolução!
Parabéns a todos os tradutores!

Texto escrito por Natália Guerra